banner top

Log in

Biodiversidade e adaptações aos fatores abióticos

Destaque Biodiversidade e adaptações aos fatores abióticos

Nos dias 23 de abril , 2 e 10 de maio, os alunos das turmas A, B e G do 8.º ano da Escola Básica da Abelheira realizaram a terceira saída de campo à Praia Norte no contexto do projeto Escola da Natureza (Praia rochosa). Feita a contextualização teórica, as equipas de trabalho organizaram-se e começaram a preencher as respetivas fichas de campo. Desta feita, as equipas deslocaram-se para a zona intertidal. O objetivo era a recolha e identificação de espécies. Posteriormente, procedeu-se à análise das características observadas nos exemplares recolhidos a fim de compreender o modo como os organismos se organizam ao longo da praia, quais os fatores que determinam essa organização, que estratégias os organismos desenvolvem para melhor se adaptarem à vida nestes ambientes e de que forma se alimentam.

Introdução

Os fatores abióticos são os fatores físicos-químicos do meio como a temperatura, a água, a luz, a salinidade ou o vento que influenciam os seres vivos. Estes, apresentam diversas adaptações morfológicas, fisiológicas ou comportamentais que lhes permitem sobreviver aos seus efeitos.

O presente trabalho teve como objetivo inventariar organismos da zona intertidal da Praia Norte, identificá-los, compreender como se organizam ao longo da praia, perceber quais os fatores que determinam essa organização, bem como as estratégias que desenvolveram para melhor se adaptarem à vida neste ambiente e quais as suas fontes de alimento.

Metodologia

Três turmas da Escola Básica da Abelheira (8A, 8B e 8G) deslocaram-se à Praia Norte. Procedeu-se à caracterização do local, após o que as equipas se deslocaram à zona intertidal e, com material adequado, procederam à recolha e identificação de várias espécies com o auxílio de tabelas de identificação.

Resultados

Foram recolhidas e identificadas várias espécies (caranguejos, cracas, anémonas, lapas, búzios, camarões, quitons, algas verdes, algas vermelhas, bodelha..).

Discussão dos resultados

Analisados os seres vivos, identificaram-se as principais características adaptativas evidenciadas neste tipo de ambiente (pé adesivo, concha calcária, respiração pela pele, redução da área de exposição, refúgio em fendas, poças de maré ou face inferior das rochas, flexibilidade.

Conclusão

Os fatores abióticos são importantes na dinâmica dos ecossistemas e a sua alteração pode conduzir à evolução ou à extinção de espécies.

Galeria de fotos

BioBio 1Bio 3

BioBio 5Bio 7

Bio 8Bio 9Bio 10Bio 11

 

foto

descrição

1

Processo de identificação de espécies

2

Anelídeos / algas vermelhas

3

Quíton

4

Algas castanhas (bodelha) e algas verdes (alface do mar)

5

8.º B em trabalho (ficha de campo)

6

Ofiúro e cracas

7

8.º A em processo de pesquisa

8

Litorinas, cracas, algas verdes

9

Caranguejo

10

Anelídeo com esqueleto calcário, algas vermelhas, algas verdes, ascídeas

11

Tabuleiro de recolha de exemplares

12

8.º G em processo de recolha

13

Recolha de exemplares

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

21°C

Viana do Castelo

Parcialmente Nublado

Humidade: 82%

Vento: 6.44 km/h

  • 23 Jun 2018 23°C 16°C
  • 24 Jun 2018 18°C 16°C

banner bottom2

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao prosseguir pressupomos que aceita a sua utilização.